terça-feira, 22 de julho de 2008

MARROCOS - 3

Descendo a Avenida Mohammed V, encontrámos um lugar ideal para o jantar dessa noite, e debaixo de um calor abrasador, lá me fui refrescando (e aos outros) com água termal (sim, porque uma senhora é uma senhora fashion... e além disso os delegados ofereceram água termal e eu tinha de usá-la de alguma forma). No final da avenida, à direita, a Mesquita da Koutobia e, à esquerda, o caminho que desemboca nessa praça mística: a Jeema el Fna! Durante o dia, discreta, salpicada de carrinhos com "o melhor sumo de laranja do mundo" (com copos de vidro, medo!!!), mas à noite, a praça fervilha.. parece que todos os marrakechinos (como se chamarão os habitantes de Marrakech?) descem à cidade... exibições com macacos e serpentes, aguadeiros, "mobiletes" a circular, nativas a desenhar tatuagens de henna, bancas de especiarias, e toda uma panóplia de fumos e comidas que não nos arriscámos a provar... é indiscritivel esta atmosfera de mistura de sons, sabores, cheiros e cores...





Mas voltando ao passeio desse dia, a partir da praça, começam os "souks", zonas francas, autênticos sub-mundos de perder a cabeça, de babouchas, tapetes, puffs, candeeiros, artesanato em madeira, colares, fios, fios, colares, brincos, mais colares, relogios, oculos de sol, carteiras, peles... o primeiro dia foi "quase" só para apreciar....


3 comentários:

Anónimo disse...

marrocos é isto tudo e muito mais...mas ter um pouco de Africa é algo, só para alguns.
bjs
g

Anónimo disse...

depois dos 30 conheci Africa; nas pessoas, na boca das pessoas, no amor...o obrigado Africa.Agora com 36 espero conhecer filhos de Africa.
g

mo disse...

De africa tenho pouco...as vezes sou como o rugir do leao, outras nem tanto... Em africa ou noutro continente, quero que sejas feliz!
Um beijinho grande de Parabens!
nini